Funcionário Outlier

Destaque profissional na equipe

Entenda porque um funcionário Outlier é fundamental para sua empresa. Hoje, a Opção Contabilidade trouxe para o blog uma informação que pode ser muito útil para o crescimento do seu negócio. Então, continue a leitura!

A princípio, você deve está se perguntando, o que significa o termo “funcionário Outlier“? 

O termo surgiu com a publicação do livro “Outliers” escrito por Malcolm Gladwel e significa “fora de série”. Portanto, em um contexto mais amplo, podemos descrever como pessoas que entregam resultados acima da média e que estão sempre dando o seu melhor.

Para ser considerado um “fora de série” é necessário equilibrar dois tipos de inteligência: a analítica e a prática. A inteligência analítica é baseada na reunião e interpretação de dados e características. Por exemplo, de quem domina operações matemáticas. Já a inteligência prática é usada para lidar com situações do dia a dia, o que demanda maior versatilidade.

Nesse sentido, uma pessoa que tem um QI (Quoeficiente de Inteligência) elevado, por exemplo, tende a se destacar dentre os demais. No entanto, ela também vai precisar desenvolver habilidades como gestão de conflitos, trabalho em equipe, boa comunicação, automotivação e proatividade para ser considerado um funcionário Outlier.

Assim, também podemos dizer que algumas características podem trazer vantagens competitivas em determinadas profissões, como é o caso de uma modelo ou um jogador de basquete. Vamos pensar em uma pessoa de 2,00 metros de altura. Ela seria um ótimo padrão para um jogador de basquete, não é mesmo? O fato do jogador ter os padrões ideais para esse esporte pode sim o levar a uma vantagem competitiva, no entanto, isso não determina que ele terá um desempenho melhor que os demais, nem que será um jogador bem sucedido. 

Mas afinal, como identificar essas pessoas?

Buscar pessoas de alto desempenho no ambiente de trabalho é uma das principais funções de qualquer gestor e responsável pelo RH. Para encontrar esse perfil de funcionário, o ideal é que se faça uma entrevista com cada um deles para descobrir quem são essas pessoas.

Listamos alguns exemplos de perguntas que podem ser feitas:

  • O que você considera mais importante no seu trabalho?
  • Quantas pausas você faz?
  • Como você se organiza para cumprir as tarefas no dia a dia?
  • O que te motiva?

Após essa entrevista, você pode passar o dia observando a rotina dos colaboradores para acompanhar como trabalham e analisar o que fazem diferente. Você chegará a conclusão que pessoas que mantêm o perfil Outlier são mais exigentes em termos de qualidade e velocidade. A qualidade deve ser sempre prioridade, mas a velocidade com que os trabalhos são realizados é o que diferencia uma organização eficiente de outra. 

Durante o processo você vai perceber que existem pessoas que fazem mais pausas extras, seja para um cafezinho ou para conversar. Por outro lado, outras vão se esforçar em um nível mais elevado para manter uma alta produtividade durante o dia.

Possivelmente essas pessoas que descrevemos por último serão até duas vezes mais produtivas que os demais colaboradores.

Quando você encontra pessoas com esse perfil é muito comum querer buscar mais pessoas assim. Por isso, ao identificar pessoas com essas características, tente reunir todas as habilidades e transforme em sistemas de forma que sejam replicáveis aos colaboradores. Esse é um processo bem demorado, contudo, todas as etapas precisam ser respeitadas para que a sua organização cresça.

Como se tornar uma pessoa Outlier?

Segundo Malcolm Gladwell, são necessárias 10.000 horas para que uma pessoa se torne mestre em uma determinada tarefa. Essa tese foi descrita por Anders Ericsson. A ideia é desenhada partindo de exemplos como Bill Gates e The Beatles, explicando que o sucesso muitas vezes vem da combinação de muito trabalho e estar no lugar certo, na hora certa. 

Antes de fazer os primeiros sucessos, os Beatles passaram anos tocando como grupo nos clubes de strip da cidade de Hamburgo, na Alemanha.

Sobre “Estar no lugar certo, na hora certa”, o autor aborda o fato de muitas pessoas de sucesso terem nascido em momentos bem específicos. Os empresários do século 19 mais ricos dos Estados Unidos, por exemplo, nasceram em 1830. Grandes milionários do Vale do Silício, como Steve Jobs e Bill Gates, nasceram na década de 1950. E o que isso tem a ver? Isso tem a ver com pessoas que alcançaram a fase produtiva no momento das mudanças econômicas e aproveitaram as oportunidades disponíveis.

Portanto, é preciso muita prática. Além disso, é preciso estar atento às oportunidades que podem surgir. Você pode estar focado demais em ser melhor em tudo e deixar grandes oportunidades passarem despercebidas.

E aí, já conhecia o conceito do profissional Outlier? Veja que manter profissionais com essas características pode garantir um resultado surpreendente para sua equipe. Por isso, fique atento para selecionar pessoas que vão vestir a camisa da sua empresa.Se você tem dúvidas sobre onde começar, confira outras dicas e assuntos como esse acessando nosso blog ou nos seguindo lá no instagram!

Deixe um comentário

Navegação

Opção Contabilidade © Todos os direitos reservados

Acesse a nossa Política de Privacidade